Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 28, 2008

Desperte os profissionais!

Jamierson Oliveira
Publicado em 04.07.2008

Tenho trabalhado com consultoria ministerial a centenas de igrejas, sobre como elas podem começar um projeto missionário. Nessas ricas oportunidades, tenho sentido que muitos pastores realmente gostariam de cumprir o IDE, nas suas três dimensões (local, nacional e transcultural), mas, ficam temerosos com o tamanho da responsabilidade de enviar uma família para um país diferente, normalmente hostil, para fazer missões. As razões desse temor são muitas: “E se não tivermos os recursos necessários para sustentá-los?”; “E se o dólar aumentar?”; “E se eles ficarem doentes?”; “E se não se adaptarem e tivermos que trazê-los de volta?”; “Vou continuar crescendo aqui como igreja local?”; enfim.

Todos estes questionamentos são relevantes, tanto que, qualquer igreja que já está envolvida com missões há algum tempo, já vivenciou essas experiências amargas, exigindo fé e ousadia de seus líderes, que mesmo diante “dessa margem” de erro, continuaram motivando s…

Comunicando Cristo ou uma instituição religiosa?

Pesados investimentos têm sido aplicados em comunicação nas igrejas com resultados expressivos. Mas será que esses esforços são para que o Evangelho seja anunciado ou para que templos sejam quantitativamente cheios e instituições religiosas se tornem famosas e poderosas? Para quem está dirigida a glória?
Há uma sutil diferença que não é patente à maioria das pessoas e que sempre foi explorada por mercadores da Palavra de Deus. O termo marketing (comercializar), apesar de parecer recente, não é nenhuma novidade para a Igreja de Cristo. Em II Coríntios 2:17, o apóstolo Paulo já alertava: “Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus”.

É natural que igrejas cristãs preguem a Cristo, e é o que todos esperam. Perceber se igrejas estão pregando a si mesmas ou à Cristo é um bom ponto de partida para desembaraçarmos parte das confusões que existem no meio evangélico. N…