Pular para o conteúdo principal

Atividades de missões cristãs estão mais restritas no país





mulher afegã e seus filhos
Saiba mais sobre a Igreja Perseguida no Afeganistão
AFEGANISTÃO (10º) - Depois da forte pressão feita por clérigos muçulmanos que protestaram contra a presença de missões cristãs no país, as autoridades começam a restringir de fato as atividades de missionários. Os vistos para os "suspeitos" estão sendo negados.

Todos os websites de missões estão sendo examinados e se eles se referirem a qualquer atividade cristã, onde quer que seja, são retirados do ar.

"Isto não significa que a presença deles não seja bem-vinda ", escreveu um correspondente que está no país e pediu para não ter seu nome revelado por questões de segurança.

"Talvez seja uma fase e as restrições diminuam depois, ou pode ser que o cerco fique pior. Freqüentemente vi governos agirem assim e depois de um tempo constatamos que eram apenas gestos temporários", disse a fonte em um email enviado à ANS.

Cristãos estão ajudando a reconstruir a nação

"O dinheiro e as habilidades dos cristãos ajudaram a reconstruir o país. O envio de enfermeiras, doutores e técnicos serve bem ao Afeganistão. Foram construídas escolas, hospitais, clínicas e muitos outros trabalhos foram desenvolvidos por cristãos que atuam no país", explica a fonte.

O autor continua: "Um antigo provérbio afegão diz "bae laeq saeg daerya murdar naeme sae (waed)" , ou seja 'um rio não está contaminado só porque um cachorro bebeu água'.
O correspondente conclui: "A pacificação da província de Helmand está acontecendo lentamente e bombardeios suicidas aumentaram em Cabul como resultado da expulsão de extremistas islâmicos. A modernização do Afeganistão está em curso e o processo não pode ser interrompido. Por favor, orem por nós".

Tradução: Tsuli Narimatsu
Fonte: ANS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Discipulado (Parte I) - Paulo Junior || Escola Obreiro Aprovado (Aula 10)

O Pr Paulo Junior é usado por Deus nesse vídeo com uma linguagem simples e com muita humildade nos ensina a Palavra de Deus. Recomendamos com muito carinho.
Discípulo é um aprendiz de Cristo.




Oswald Jeffray Smith (1890-1986)

"Resolvi publicar essa biografia para conhecermos um pouco de nossa história recente, esse homem foi um dos maiores missionários americanos, viajou por mais de 80 países pregando a palavra de Deus, leia e aprenda com esse grande homem de Deus."
O canadense Oswald Jeffray Smith (1890-1986), filhos de Benjamin (um telegrafo da estrada de ferro) e a Alice Smith, em Odessa, Ontário, em 1889, o mais velho de dez crianças. A conversão de Smith ocorreu ao assistir a uma cruzada evangelística de R.A. Torrey e Charles Alexander, quando tinha dezesseis anos. Smith não teve uma infância saudável e não esperada sobreviver a sua adolescência. Esta saúde pobre afetou diretamente seus planos de missões trans-culturais da igreja Presbiteriana, que foram rejeitadas inicialmente. Preparou-se para o ministério e foi ordenado pastor presbiteriano. Seu desejo era dedicar-se à obra missionária, mas foi advertido de que era muito fraco fisicamente para enfrentar a dura vida missionária. Como o Pr. …

Cristofobia? Existe? Você sabe o que é?

Pouco denunciada, a opressão violenta das minorias cristãs nos países muçulmanos é um problema cada vez mais grave AYAAN HIRSI ALI
Ayaan Hirsi Ali, de 42 anos, nasceu de uma família muçulmana na Somália e emigrou para a Holanda, onde foi parlamentar. Produziu o filme Submissão (2004), sobre a repressão às mulheres no mundo islâmico. É pesquisadora do American Enterprise Institute SANGUE DERRAMADO Cristãos coptas, do Egito, carregam uma imagem de Jesus Cristo manchada de sangue, em ato contra a violência de extremistas islâmicos (Foto: Asmaa Waguih/Reuters)
Ouvimos falar com frequência de muçulmanos como vítimas de abuso no Ocidente e dos manifestantes da Primavera Árabe que lutam contra a tirania. Outra guerra completamente diferente está em curso – uma batalha ignorada, que tem custado milhares de vidas. Cristãos estão sendo mortos no mundo islâmico por causa de sua religião. É um genocídio crescente que deveria provocar um alarme em todo o mundo. O retrato dos muçulmanos como vítimas ou h…