Pular para o conteúdo principal

Justiça do Mato Grosso do Sul manda recolher 11 livros cristãos





Exemplares recolhidos por decisão judicial


BRASIL (*) - Onze exemplares do livro "A maldição de Deus sobre o homossexual: o homossexual precisa conhecer a maldição divina que está sobre ele!" foram recolhidos na tarde desta quinta-feira em cumprimento do mandado de busca e apreensão em bancas de Campo Grande (MS).

O juiz da Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos, Dorival Moreira dos Santos, determinou que os exemplares fossem retirados de circulação por terem caráter homofóbico.

Os exemplares foram recolhidos em duas bancas, na Central e na Banca Concursos 2, ambas no centro de Campo Grande. O autor do livro, o pastor evangélico Naurio Martins França, não foi localizado para ser intimado da decisão nesta tarde. Na Gráfica Pantanal, onde o livro foi impresso, não havia exemplares.

Pastor fica proibido de imprimir nova publicação ou divulgá-la

A decisão judicial determina que o pastor não faça novas publicações do material e se abstenha de divulgar.

O polêmico livro foi tema de debates na semana retrasada na Assembléia Legislativa quando a Associação das Travestis alertou para a violência contra homossexuais, com oito mortes neste ano.

O pedido de apreensão partiu da Defensoria Pública, por considerar que o livro estimula o preconceito e incita a violência, argumento que foi colhido pelo juiz. Ele considerou que poderia incentivar práticas de pessoas menos instruídas ou por fanatismo religioso.

Quando se iniciou a polêmica em torno do livro, a reportagem do Campo Grande News tentou ouvir a versão do pastor em torno da discussão, sem conseguir localizá-lo.

Na decisão que concedeu liminar, o juiz fez menção à liberdade de expressão, prevista na Constituição Federal, mas considerou que o teor do livro viola a garantia constitucional do direito à igualdade.

"Isto porque o requerido cometeu abuso de seus direitos ao usar termos inadequados em interpretações pessoais acerca do tema, extrapolando seu direito de manifestação de pensamento ao atribuir conceitos próprios e adjetivos pejorativos à pessoa homossexual", considerou, "situação que coloca o grupo sob risco", apontou ainda o magistrado.

Leia a íntegra da matéria de Maristela Brunetto, do Campo Grande News, aqui.


* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.


Fonte: Campo Grande News


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oswald Jeffray Smith (1890-1986)

"Resolvi publicar essa biografia para conhecermos um pouco de nossa história recente, esse homem foi um dos maiores missionários americanos, viajou por mais de 80 países pregando a palavra de Deus, leia e aprenda com esse grande homem de Deus."
O canadense Oswald Jeffray Smith (1890-1986), filhos de Benjamin (um telegrafo da estrada de ferro) e a Alice Smith, em Odessa, Ontário, em 1889, o mais velho de dez crianças. A conversão de Smith ocorreu ao assistir a uma cruzada evangelística de R.A. Torrey e Charles Alexander, quando tinha dezesseis anos. Smith não teve uma infância saudável e não esperada sobreviver a sua adolescência. Esta saúde pobre afetou diretamente seus planos de missões trans-culturais da igreja Presbiteriana, que foram rejeitadas inicialmente. Preparou-se para o ministério e foi ordenado pastor presbiteriano. Seu desejo era dedicar-se à obra missionária, mas foi advertido de que era muito fraco fisicamente para enfrentar a dura vida missionária. Como o Pr. …

Discipulado (Parte I) - Paulo Junior || Escola Obreiro Aprovado (Aula 10)

O Pr Paulo Junior é usado por Deus nesse vídeo com uma linguagem simples e com muita humildade nos ensina a Palavra de Deus. Recomendamos com muito carinho.
Discípulo é um aprendiz de Cristo.




Cristofobia? Existe? Você sabe o que é?

Pouco denunciada, a opressão violenta das minorias cristãs nos países muçulmanos é um problema cada vez mais grave AYAAN HIRSI ALI
Ayaan Hirsi Ali, de 42 anos, nasceu de uma família muçulmana na Somália e emigrou para a Holanda, onde foi parlamentar. Produziu o filme Submissão (2004), sobre a repressão às mulheres no mundo islâmico. É pesquisadora do American Enterprise Institute SANGUE DERRAMADO Cristãos coptas, do Egito, carregam uma imagem de Jesus Cristo manchada de sangue, em ato contra a violência de extremistas islâmicos (Foto: Asmaa Waguih/Reuters)
Ouvimos falar com frequência de muçulmanos como vítimas de abuso no Ocidente e dos manifestantes da Primavera Árabe que lutam contra a tirania. Outra guerra completamente diferente está em curso – uma batalha ignorada, que tem custado milhares de vidas. Cristãos estão sendo mortos no mundo islâmico por causa de sua religião. É um genocídio crescente que deveria provocar um alarme em todo o mundo. O retrato dos muçulmanos como vítimas ou h…