Pular para o conteúdo principal

Atletas de Cristo usam a Copa para propor mudanças no país

Movimento Joga limpo Brasil quer que a igreja brasileira traga mudanças sociais na vida das pessoas
por Thiago Cortês


Mesmo com a realização da Copa do Mundo no Brasil, acompanhada de mobilizações e um clima de patriotismo, nada parece indicar que o cenário de graves problemas sociais mudará em nosso país.
Em resposta a tal desafio os Atletas de Cristo inspiram igrejas e voluntários brasileiros e estrangeiros para uma ação transformadora nos próximos dias. O Movimento Joga Limpo Brasil, criado por Atletas de Cristo em 2011, quer mobilizar os evangélicos por mudanças.
De acordo com o presidente da organização, Marcos Grava, os olhos do mundo inteiro estarão voltados para o Brasil, um dos mais belos países do planeta, um lugar realmente abençoado por Deus e rico por natureza. Por isso é importante que as igrejas saibam fazer a diferença e clamar por mudanças significativas no país.
“O Movimento Joga limpo Brasil, inspirado pela expressão inglesa fair play, não é apenas uma declaração de respeito e camaradagem típicos do esporte moderno, mas uma ampla convocação de cristãos para agirmos na transformação do ser humano à luz da Palavra de Deus. Este movimento é um grito de basta contra todas as mazelas sociais que enfrentamos, um basta também à falta de honestidade e de transparência”, declarou Grava.
Ele lembra que, apesar de o Brasil ocupar a privilegiada posição de 7ª economia mundial, ocupamos o 72° lugar, numa lista de 193 países, no ranking de investimento público em saúde. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), os líderes Noruega e Mônaco gastam 20 vezes mais que o Brasil. Somos o 88º colocado (entre 127 países) no índice que mede a qualidade da educação, segundo dados da UNESCO.
Além disso, o Brasil ocupa a 69ª posição no ranking de percepção da corrupção mundial – de acordo com a ONG Transparência Internacional. Há 25 anos experimentamos o retorno à Democracia, mas isso nada mudou. A distribuição de renda no Brasil é considerada a mais perversa do mundo – os 10% mais ricos ganham 28 vezes a renda dos 40% mais pobres segundo indicadores do Banco Mundial, do IBGE e da ONU.
Hora de reverter o placar
“A grave corrupção que contamina tanto a estrutura governamental como as instituições privadas, a injustiça social que tortura grande parte da população, o crime e a violência, a desagregação familiar: todos esses males nos afetam há muito tempo e há pouca esperança de mudança nessa realidade”, completou Marcos Grava.
O Brasil também enfrenta graves enfermidades sociais e morais. De acordo com uma organização chamada Equality Now, o Brasil tomou o lugar da Tailândia como o principal destino de turistas atrás de aventuras sexuais, sendo Salvador a cidade que registra o maior número de denúncias de exploração sexual de jovens e adolescentes.
“É hora da Igreja reverter este placar. Se foi exatamente através do futebol que a falta de ética e moral, e a indiferença para com o próximo se fixaram em nosso meio, será pela Palavra de Deus que nossa sociedade será agora liberta”, convida o presidente dos Atletas de Cristo, para quem as igrejas precisam se levantar contra a “cultura da vantagem”.
“É preciso lembrar que nos anos 70 foi exatamente através do futebol, que uma cultura satanizada se instalou em nosso país. O desejo de levar vantagem em tudo parece ser uma marca genuinamente brasileira, que atinge desde o mais alto governante, até o mais humilde trabalhador em nossas cidades”, lamentou Marcos Grava.
Os Atletas de Cristo querem que o movimento “Joga Limpo Brasil” represente um impulso para que a Igreja Evangélica Brasileira atue de forma significativa na transformação de pessoas, resultando na superação de problemas sociais. Não há superação de males sociais sem que haja, antes, o combate aos males morais que afetam os indivíduos.
“O Movimento Joga Limpo Brasil não é um ato de rebelião da Igreja contra o sistema, nem mesmo um protesto de um grupo social ou religioso nas ruas, recheados de quebradeira, vandalismo, furtos e muito medo. Joga Limpo é a celebração do Corpo de Cristo. É uma convocação do povo de Deus para juntos mostrarmos à Sociedade que somente pelos princípios da Palavra de Deus poderemos mudar um país de verdade”, finalizou.
Se você quer ajudar a virar este Jogo, participe do movimento dos Atletas de Cristo, compartilhe esse ideal na sua igreja e com seus irmãos. Mais informações na fanpage oficial dos Atletas de Cristo no Brasil: facebook.com/atletasdecristooficial

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oswald Jeffray Smith (1890-1986)

"Resolvi publicar essa biografia para conhecermos um pouco de nossa história recente, esse homem foi um dos maiores missionários americanos, viajou por mais de 80 países pregando a palavra de Deus, leia e aprenda com esse grande homem de Deus."
O canadense Oswald Jeffray Smith (1890-1986), filhos de Benjamin (um telegrafo da estrada de ferro) e a Alice Smith, em Odessa, Ontário, em 1889, o mais velho de dez crianças. A conversão de Smith ocorreu ao assistir a uma cruzada evangelística de R.A. Torrey e Charles Alexander, quando tinha dezesseis anos. Smith não teve uma infância saudável e não esperada sobreviver a sua adolescência. Esta saúde pobre afetou diretamente seus planos de missões trans-culturais da igreja Presbiteriana, que foram rejeitadas inicialmente. Preparou-se para o ministério e foi ordenado pastor presbiteriano. Seu desejo era dedicar-se à obra missionária, mas foi advertido de que era muito fraco fisicamente para enfrentar a dura vida missionária. Como o Pr. …

Discipulado (Parte I) - Paulo Junior || Escola Obreiro Aprovado (Aula 10)

O Pr Paulo Junior é usado por Deus nesse vídeo com uma linguagem simples e com muita humildade nos ensina a Palavra de Deus. Recomendamos com muito carinho.
Discípulo é um aprendiz de Cristo.




Cristofobia? Existe? Você sabe o que é?

Pouco denunciada, a opressão violenta das minorias cristãs nos países muçulmanos é um problema cada vez mais grave AYAAN HIRSI ALI
Ayaan Hirsi Ali, de 42 anos, nasceu de uma família muçulmana na Somália e emigrou para a Holanda, onde foi parlamentar. Produziu o filme Submissão (2004), sobre a repressão às mulheres no mundo islâmico. É pesquisadora do American Enterprise Institute SANGUE DERRAMADO Cristãos coptas, do Egito, carregam uma imagem de Jesus Cristo manchada de sangue, em ato contra a violência de extremistas islâmicos (Foto: Asmaa Waguih/Reuters)
Ouvimos falar com frequência de muçulmanos como vítimas de abuso no Ocidente e dos manifestantes da Primavera Árabe que lutam contra a tirania. Outra guerra completamente diferente está em curso – uma batalha ignorada, que tem custado milhares de vidas. Cristãos estão sendo mortos no mundo islâmico por causa de sua religião. É um genocídio crescente que deveria provocar um alarme em todo o mundo. O retrato dos muçulmanos como vítimas ou h…